Instituto Chefs Especiais atua há mais de 14 anos na inserção de pessoas com Síndrome de Down no mercado de trabalho

 
Gastronomia é a principal forma utilizada para desenvolvimento e capacitação dos alunos
 
A ONG Chefs Especiais foi desenvolvida, em 2006, pela advogada Simone Lozano. Como forma de agradecer a vida boa que havia conquistado, a paulista decidiu dedicar parte de seu tempo em prol de uma causa social.
 
O Chefs Especiais nasceu como um trabalho mensal, realizado em um único sábado por mês, com locais cedidos e voluntários. Entretanto, diante ao sucesso das aulas, a busca por pessoas com síndrome de down, pais e voluntários cresceu de forma significativa e , desejando atender um número cada vez maior de alunos, Simone criou o Instituto Chefs  Especiais, com auxílio de diversos patrocinadores e colaboradores que  ajudaram e continuam ajudando a realizar sonhos e capacitar pessoas.
Em 2013, o ICE ganhou uma cede totalmente equipada e adaptada para pessoas especiais, onde são realizadas aulas, workshops, cursos, eventos e muitas outras atividades gratuitas para pessoas com Síndrome de Down.
 
O intuito do projeto é ajudar no desenvolvimento e capacitação dessas pessoas que, cada vez mais, sobrevivem aos seus pais e responsáveis por conta do constante aumento da capacidade de vida. A gastronomia foi escolhida como principal forma de capacitação por conta da diversidade de coisas em que um simples alimento pode se transformar, trazendo lições que aumentam a capacidade de entendimento de diversas áreas de aprendizado.
 
Inúmeros Chefs de cozinha renomados já passaram pelas cozinhas do Instituto Chefs Especiais, como o padrinho, Henrique Fogaça, e outros conceituados como Erick Jacquin, Olivier Anquier e Guga Rocha.
 
O Instituto Chefs Especias possui patrocinio de Friboi, GRSA Compass e 3 Corações, que ajudam nesta caminhada e disseminação de amor e igualdade.